Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/9907
Files in This Item:
There are no files associated with this item.
Type: Dissertação
Title: Complicações em reconstrução óssea dos maxilares com o uso de enxerto autógeno
Other Titles: Complications in a bone reconstruction of jaws with the use of autogenous bone graft
Author: Sousa, Beatriz Guimarães de
First Advisor: Chaves Netto, Henrique Duque de Miranda
Referee Member: Silva, Breno Nogueira
Referee Member: Oliveira, Rodrigo Guerra de
Resumo: Esta pesquisa consiste em estudo coorte retrospectivo sobre as complicações intra e pós operatórias em reconstrução dos maxilares quando utilizado enxerto ósseo autógeno. O estudo foi composto por 83 prontuários de pacientes submetidos a reconstrução óssea com enxerto autógeno na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Juiz de Fora, no período de julho de 2011 até julho de 2017. Foram analisados os dados como idade, gênero, comorbidades, hábitos nocivos à saúde, uso de medicações, sítios doadores e receptores de enxerto e colocação de implantes dentários. O objetivo deste estudo foi verificar a incidência das complicações em enxerto ósseo autógeno em sítios receptores, assim como verificar se existem fatores de risco associados a estas complicações. Os resultados demostraram que a maioria dos enxertos tiveram como área doadora o ramo ascendente da mandíbula (80,32%). O sítio receptor que recebeu maior número de enxertos foi o seio maxilar (46%), referido como área C neste estudo. Ao avaliarmos as complicações em enxertos autógenos nas áreas receptoras, em casos que complicaram e casos que não complicaram, observou-se que 93,7% dos casos não tiveram complicações. Os resultados revelaram não ser possível elucidar uma relação entre as variáveis utilizadas neste estudo e as complicações em sítios receptores de enxerto autógeno.
Abstract: This research consists of a retrospective cohort study on the complications in a reconstruction of jaws when using an autogenic bone graft. The study was composed of 83 records of patients undergoing bone reconstruction with autogenous in the Faculty of Dentistry at the Federal University of Juiz de Fora, over the period from July 2011 to July 2017. Data such as age, gender, comorbidities, health habits, medication use, donor sites and graft recipients, and placement of dental implants were analyzed. The objective of this study was to check the incidence of the complications in autogenic bone graft receptor sites, as well as check if there are risk factors associated with these complications. The results showed that most of the grafts had as their donor area the ascending mandible ramus (80.32%). The site receiving the largest number of grafts was the maxillary sinus (46%), referred to as area C in this study. To evaluate the complications in autogenous in the receiving areas, in cases that got complicated and complicated cases, it was observed that 93.7% of cases had complications. The results revealed that it is not possible to elucidate a relationship between the variables used in this study and the complications in autogenous graft receptor sites.
Keywords: Enxerto ósseo autógeno
Complicações
Fatores de risco
Maxila
Mandíbula
Autogenic bone graft
Complications
Risk factors
Maxilla
Mandible
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Institution Initials: UFJF
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-graduação em Clínica Odontológica
Access Type: Acesso Embargado
URI: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/9907
Issue Date: 7-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Clínica Odontológica (Dissertações)



Items in DSpace are protected by Creative Commons licenses, with all rights reserved, unless otherwise indicated.