Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1760
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
isabeladefilipovieira.pdf8.18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Type: Dissertação
Title: Verificação da presença e abertura dos túbulos dentinários em pacientes portadores de recessão gengival com e sem hipersensibilidade dentinária por microscopia eletrônica de varredura
Author: Vieira, Isabela Defilipo
First Advisor: Carmo, Antônio Márcio Resende do
Co-Advisor: Chaves, Maria das Graças Afonso Miranda
Referee Member: Falabella, Márcio Eduardo Vieira
Referee Member: Rodrigues, José Roberto
Referee Member: Huhtala, Maria Filomena Rocha Lima
Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar a presença e abertura dos túbulos dentinários em pacientes portadores de recessão gengival com e sem hipersensibilidade dentinária por microscopia eletrônica de varredura. Foram selecionados 11 pacientes onde foram avaliados os dentes sensíveis e não sensíveis, sendo constituídos dois grupos (n = 11), onde GE – experimental, onde foram considerados os dentes com hipersensibilidade e GC – controle, os dentes não sensíveis. Para a seleção dos dentes do GE, utilizou-se jato de ar por 3 segundos, sendo escolhido aquele em que o paciente relatou maior dor e para o GC utilizou-se o mesmo procedimento, sendo selecionado, aleatoriamente, um dos dentes em que o paciente não relatou dor. No exame periodontal foi mensurado o nível clínico de inserção no sítio vestibular, sendo o exame realizado por um único examinador devidamente calibrado. A partir das moldagens com silicona de adição foram obtidas réplicas negativas para análise em microscópio eletrônico de varredura para verificação da presença e características dos túbulos dentinários frente aos GE e GC. A medida de 2 mm do nível clínico de inserção foi prevalente com 63,60% (n = 7) para o GC, seguida de 3 mm com 45,50% (n = 5) para o GE. O nível clínico de inserção dos dentes do GC atingiu uma média de 2,45 ± 0,69 mm e do GE, 3,18 ± 1,16 mm. Quanto à presença e características ultramicroscópicas dos túbulos dentinários, a Prova dos Sinais demonstrou que a média de abertura dos túbulos dentinários do GE foi maior que do GC, 57,72 Rm e 34,82 Rm, respectivamente. Quanto ao número de túbulos dentinários, a situação se repetiu, porém com uma média de 1,45 para o GC e 3,18 para o GE (p = 0,044). Portanto, com base nos resultados obtidos neste estudo, foi possível concluir que pacientes portadores de recessão gengival com hipersensibilidade dentinária cervical apresentam túbulos dentinários em maior número e abertos ou semiabertos com diferentes diâmetros e que a técnica da réplica negativa analisada por microscopia eletrônica de varredura demonstrou ser uma importante ferramenta para visualização de túbulos dentinários.
Abstract: The aim of this study was to determine the presence and opening of dentinal tubules, by scanning electron microscopy, in teeth of patients with gingival recession with and without dentin hypersensitivity. Eleven patients were selected, and sensitive and non-sensitive teeth were evaluated and divided into two groups (n = 11), where GE – experimental, which were considered hypersensitive teeth and GC – control, non-sensitive teeth. For the selection of the teeth of GE, air blast was used for 3 seconds, and was chose the one which the patient reported increased pain and the GC used the same procedure, selecting randomly, a tooth where the patient reported no pain. Periodontal examination measured the clinical attachment level at buccal side, and the examination was performed by a single examiner calibrated. From the impressions with vinyl polysiloxane, negative replica was obtained for analysis in scanning electron microscope to detect the presence and characteristics of dentinal tubules compared to the GE and GC. The measurement of 2 mm of clinical attachment level was prevalent in 63.60% (n = 7) for the GC, followed by 3 mm with 45.50% (n = 5) for GE. The clinical attachment level of the teeth of GC averaged 2.45 ± 0.69 mm and GE, 3.18 ± 1.16 mm. Regarding the presence and ultramicroscopic characteristics of dentinal tubules, the Statistical Test Signals showed that the average opening of dentinal tubules of GE was higher than the GC, 57.72 3m and 34.82 3m, respectively. Regarding the number of dentinal tubules, the situation was repeated, but with an average of 1.45 for GC and 3.18 for GE (p = 0.044). Therefore, based on the results of this study, it can be concluded that patients with gingival recession and dentin hypersensitivity present dentinal tubules in greater numbers and open or half-open with different diameters and that the technique of negative replica analyzed by scanning electron microscopy is an important tool for visualization of dentinal tubules.
Keywords: Recessão gengival
Hipersensibilidade
Dentina
Microscopia eletrônica de varredura
Gingival retraction
Hypersensitivity
Dentin
Scanning electron microscopy
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::CLINICA ODONTOLOGICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora
Institution Initials: UFJF
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-graduação em Clínica Odontológica
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1760
Issue Date: 20-Jun-2011
Appears in Collections:Mestrado em Clínica Odontológica (Dissertações)



Items in DSpace are protected by Creative Commons licenses, with all rights reserved, unless otherwise indicated.