Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/92
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
priscilaferreiradeandrade.pdf2.08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Type: Dissertação
Title: Avaliação tridimensional de terceiros molares superiores impactados: um estudo tomográfico sobre a angulação, o nível de impacção e as alterações pós-operatórias na mucosa e na parede do seio maxilar
Other Titles: Three-dimensional investigation of impacted third molars: a tomographic study of the angular position, level of impaction and postoperative changes in maxillary sinus mucosa and wall
Author: Andrade, Priscila Ferreira de
First Advisor: Assis, Neuza Maria Souza Picorelli
Co-Advisor: Devito, Karina Lopes
Referee Member: Ribeiro, Cleide Gisele
Resumo: Uma das complicações decorrentes da remoção de terceiros molares superiores impactados (TMSI) é a lesão de estruturas ósseas como a perfuração do assoalho do seio maxilar. A comunicação oroantral pode levar a infecção do seio maxilar resultando em sinusite aguda ou crônica. O objetivo do presente estudo foi verificar a frequência da posição angular e do nível de impacção dos TMSI baseados em uma nova classificação com base em imagens de TCFC e avaliar a alteração da mucosa e a cortical óssea do seio maxilar na TCFC pós-operatória. Foram analisadas imagens de TCFC de 300 TMSI do banco de dados da Clínica de Radiologia da FO/UFJF. Da amostra dos 300 TMSI, foram avaliadas por TCFC pós-operatória de 70 TMSI submetidos a exodontia na clínica de Cirurgia Maxilofacial. Os dados obtidos foram submetidos a análises descritivas e testes de associação. No total dos 300 TMSI, a média de idade foi de 23,74 anos. As posições mais frequentes foram classificadas como baixa (n= 124), vertical (n=184) e vestibular (n= 222). A comparação entre as idades mostrou diferença significativa tanto para a classificação do nível de impacção quanto para a classificação da angulação mésio-distal. Para a associação entre cada uma das classificações observou-se associação significativa entre todos os cruzamentos. No total dos 70 TMSI extraídos, a média de idade foi de 22,54 anos. As posições mais frequentes foram classificadas como vestibular (n=50), vertical (n=44) e alto (n=35). A mucosa sinusal se mostrou alterada em 50% da amostra. Foi constatada uma ocorrência de rompimento da cortical do seio maxilar em 30% da amostra. A associação entre a ocorrência desses eventos e as classificações dos TMSI não foram significativas e a associação entre a alteração da mucosa e o rompimento da cortical do seio maxilar apresentou significância estatística (p=0,014). A TCFC produz exames que avaliam os TMSI de forma tridimensional demonstrando a posição real do dente e auxiliando no diagnóstico e planejamento da remoção cirúrgica dos TMSI. Apesar da expectativa da dificuldade para a remoção dos TMSI ser baixa, alguns casos podem apresentar variaveis predictivas complicadoras e a TCFC é a principal ferramenta para a identificação dos fatores que predispõem as complicações cirúrgicas.
Abstract: One of the complications arising from the removal of impacted maxillary third molars (IMTM) is the injury of bone structures such as the perforation of maxillary sinus floor. Oroantral communication can lead maxillary sinus infection resulting in acute or chronic sinusitis. The aim of this study was to determine, throught CBCT images, the frequency of the angular position and the impaction level of IMTM based on a new classification, and to evaluate mucosa changes and the cortical bone of the maxillary sinus in CBCT post operative. Three hundred CBCT images of IMTM were assessed from the radiological database of FO/UFJF. Seventy out of the 300 IMTM undergoing dental extraction in Maxillofacial Surgery Clinic were evaluated by postoperative CBCT. The data were submitted to descriptive analysis and association tests. The average age was 23.74 years in the 300 sample. The most frequent positions were classified as low (n = 124), vertical (n = 184) and vestibular (n = 222). The comparison between ages showed significant difference for both classification of the level of impaction and classification of the mesiodistal angulation. For the association between each of the ratings there was a significant association between all intersections. A total of 70 extracted IMTM, the average age was 22.54 years. The most frequent positions were classified as buccal (n = 50), vertical (n = 44) and high (n = 35). The sinus mucosa presented alterations in 50% of the sample. A cortical disruption of the occurrence of the maxillary sinus in 30% of the sample was observed. The association between these events and classifications of IMTM was not significant and the association between changes in mucosa and the cortical disruption of the maxillary sinus was statistically significant (p = 0.014). CBCT provides exams that evaluates IMTM tridimensionally showing the real position of the tooth and helps in the diagnosis and planning of surgical removal of the IMTM. Despite of the low expectation of the occurance of severe adverse events during the removal of IMTM, some cases may have complicanting predictive variables and CBCT is the main tool for identifying factors that predispose surgical complications.
Keywords: Terceiro molar superior impactado
Tomografia computadorizada de feixe cônico
Seio maxilar
Impacted maxillary third molar
Cone-Beam Computed Tomography
Maxillary sinus
CNPq: Clínica Odontológica
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora
Institution Initials: UFJF
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-graduação em Clínica Odontológica
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/92
Issue Date: 8-May-2015
Appears in Collections:Mestrado em Clínica Odontológica (Dissertações)



Items in DSpace are protected by Creative Commons licenses, with all rights reserved, unless otherwise indicated.