Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/8061
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
renatobrazalbertinosouza.pdf1.72 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Type: Dissertação
Title: A representação social de greve e seus impactos nos movimentos grevistas dos técnico-administrativos em educação na Universidade Federal de Juiz de Fora
Author: Souza, Renato Braz Albertino
First Advisor: Ferreira, Victor Cláudio Paradela
Referee Member: Lima Júnior, José Humberto Viana
Referee Member: Castro, Maria Cristina Drumond e
Resumo: Esta dissertação foi desenvolvida no Programa de Mestrado Profissional em Administração Pública da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal de Juiz de Fora e buscou compreender como a representação social de greve dos funcionários da UFJF tem impactado o movimento grevista. As greves no setor público são fenômenos polêmicos, podendo ser consideradas como causadoras de transtornos à sociedade ou como um direito inalienável. É possível verificar na instituição a vivência de greves quase todos os anos, tendo algumas uma longa duração. A pesquisa procurou compreender os conceitos e as percepções relacionadas aos movimentos grevistas. Para tanto, apoiou-se na Teoria das Representações Sociais, que se revela promissora para a obtenção de um entendimento mais profundo dos fenômenos sociais. Identificou-se a representação das greves sob a perspectiva dos Técnico-administrativos em Educação, que constituem o pessoal não docente da universidade. Foi utilizada a técnica de evocação de palavras para a coleta de dados. A pesquisa revelou que a representação social das greves comporta, significativamente, a ideia de conotação positiva luta por direitos, demonstrando que os servidores as compreendem como movimentos reivindicatórios. Contudo, ao mesmo tempo, envolvem relevantes conotações negativas, como a transformação em uma simples oportunidade de folga por parte dos servidores, além dos prejuízos naturalmente causados à comunidade acadêmica devido à descontinuidade dos serviços prestados em função da paralisação das atividades laborativas. Os principais problemas identificados referem-se à carência de diálogo e interação entre os servidores e à falta de informações adequadas dos mesmos acerca das questões que envolvem as greves. Como possível estratégia de ação, sugere-se, especialmente, a promoção do diálogo e interação entre os funcionários, por meio da criação de ambientes de discussão das questões concernentes às relações de trabalho de maneira institucionalizada pela administração da UFJF. Também se recomenda o fornecimento de informações adequadas aos servidores e ainda a adoção de ações de formação pessoal e profissional, relacionadas à conscientização, treinamento e desenvolvimento dos mesmos. Tais ações podem ser implementadas tanto pela administração da universidade como pelo sindicato representativo da categoria.
Abstract: This dissertation was developed in the Professional Master's Program in Public Administration of the Faculty of Administration and Accounting Sciences of the Federal University of Juiz de Fora and sought to understand how the social representation of UFJF employees' strike has impacted the strike movement. Strikes in the public sector are controversial phenomena, and can be considered as causing disruption to society or as an inalienable right. It is possible to verify in the institution the existence of strikes almost every year, some of which have a long duration. The research sought to understand the concepts and perceptions related to the strike movements. To that end, it relied on the Theory of Social Representations, which proves to be promising for a deeper understanding of social phenomena. It was identified the representation of the strikes from the perspective of the Technical-administrative in Education, who constitute the non-teaching personnel of the university. The word evocation technique was used to collect data. The research revealed that the social representation of strikes comprise, significantly, the idea of positive connotation fighting for rights, demonstrating that the servants understand them as protest movements. However, at the same time, they involve relevant negative connotations, such as the transformation into a simple opportunity to take time off on the part of the servers, in addition to the damages naturally caused to the academic community due to the discontinuity of the services provided due to the work stoppage. The main problems identified relate to the lack of dialogue and interaction among the servers and the lack of adequate information on the issues surrounding the strikes. As a possible strategy for action, it is suggested, especially, the promotion of dialogue and interaction among employees, through the creation of environments for discussion of issues concerning labor relations in an institutionalized manner by the UFJF administration. It is also recommended to provide adequate information to the servers and also the adoption of personal and professional training actions, related to the awareness, training and development. Such actions may be implemented by both the university administration and the union representative of the category.
Keywords: Universidades
Greve
Representação social
Evocação de palavras
Universities
Strike
Social representation
Evocation of words
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Institution Initials: UFJF
Department: Faculdade de Administração e Ciências Contábeis
Program: Mestrado profissional em Administração Pública (Andifes)
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/8061
Issue Date: 10-Oct-2018
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração Pública (Dissertações)



Items in DSpace are protected by Creative Commons licenses, with all rights reserved, unless otherwise indicated.