Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/6834
Files in This Item:
There are no files associated with this item.
Type: Dissertação
Title: Explorando as relações entre Teoria da mente, empatia e resolução de problemas interpessoais
Author: Morais, Deborah Carla Olenka Wanderley Rocha de
First Advisor: Barbosa, Altemir José Gonçalves
Referee Member: Campos, Anaelli Aparecida Nogueira
Referee Member: Elias, Luciana Carla dos Santos
Resumo: Algumas habilidades são fundamentais para o desenvolvimento social e cognitivo das crianças. Dentre elas, esta dissertação elegeu a Teoria da Mente (ToM), pois ela se mostra importante para outros dois processos psicológicos chaves para a competência social: empatia e a resolução de problemas interpessoais. ToM é a capacidade de compreender, explicar e predizer o comportamento humano em termos de estados mentais e permite à criança formular o entendimento do mundo social. Empatia tem sido descrita como a capacidade de o indivíduo se colocar no lugar do outro, compreendendo, assim, os seus sentimentos. Resolução de problemas interpessoais diz respeito ao uso de estratégias para gerar e usar respostas eficazes de enfrentamento em situações problemáticas. Logo, são três variáveis que se mostram relevantes para um desenvolvimento social positivo na infância. Este trabalho teve como objetivo geral analisar teórica e empiricamente relações entre ToM, empatia e resolução de problemas interpessoais. Para tanto, dois estudos foram conduzidos. Uma revisão narrativa de literatura descreve o panorama histórico e conceitual do campo da ToM e as interfaces entre ele empatia e resolução de problemas interpessoais. Apesar de a escassez de estudos sobre as relações entre estes processos psicológicos, foi possível inferir que elas ocorrem na forma de um determinismo recíproco. Uma investigação empírica associou estas três variáveis em uma amostra de 56 crianças com idade média de 6,32 anos. É preciso esclarecer que, no caso da resolução de problemas interpessoais, considerou-se apenas a geração de alternativas. Os dados foram coletados em dois momentos na escola pública que os participantes frequentavam. No primeiro, foram aplicadas a Escala da Teoria da Mente e a Escala de Empatia para Crianças e Adolescentes. No segundo, realizaram as Tarefas de Resolução de Problemas Interpessoais. Poucas associações entre ToM, empatia e geração de alternativas para resolução de problemas interpessoais foram observadas, evidenciando que, se considerada uma causalidade linear direta, são variáveis mais independentes do que associadas. As limitações do estudo e sugestões para pesquisas futuras são apresentadas.
Abstract: Some abilities are fundamental to the children social and cognitive development. Among them, this master thesis elected the Theory of Mind (ToM), since it shows important to other two key psychological processes for social competence: empathy and interpersonal problem solving. ToM is the capacity to comprehend, explain and predict the human behave in terms of mental states e allows the children to form the understanding of the social world. Empathy has been described as the capacity of the individual to stand in someone’s place, thus understanding his or her feelings. Interpersonal problem solving concerns about using strategies to generate and use effective coping answers/strategies to problematics situations. Therefore, three variable show relevant to a positive social development in childhood. This work had, as general objective, analyze empirically and theoretically relations between ToM, empathy and interpersonal problem solving. To do so, two studies were conducted. A narrative review of literature describes the historical and conceptual panorama in ToM field and its interfaces with empathy and interpersonal problems resolution. Besides de the lack of studies about the relations between these psychological processes, it is possible infer that they occurs in form of reciprocal determinism. An empirical investigation associated these three variables into a sample of 56 children at average age of 6.32 years old. It is necessary elucidate that, in case of interpersonal problem solving, only generation of alternatives were considered. The data was collected in two moments at the public school where the participants attended. On the first one, the Theory-of-Mind Scale and Empathy Questionnaire for Children and Adolescents were applied. On the second one, they performed the Interpersonal Problems Solving Tasks. Few associations between ToM, empathy and generating alternatives for interpersonal problems solving were observed, revealing that these variables are more independent than associated, if linear direct causality is considered. The limitations of the study and suggestions for future researches are presented.
Keywords: Teoria da Mente
Empatia
Resolução de problemas interpessoais
Theory of Mind
Empathy
Interpersonal problem solving
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Institution Initials: UFJF
Department: ICH – Instituto de Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Access Type: Acesso Embargado
URI: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/6834
Issue Date: 28-Feb-2018
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia (Dissertações)



Items in DSpace are protected by Creative Commons licenses, with all rights reserved, unless otherwise indicated.