Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1580
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mariellaagostinhogoncalves.pdf2.15 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Type: Dissertação
Title: Resistência da união ao teste de push-out de cimentos resinosos auto-adesivos em dentina radicular
Other Titles: Push-out bond strength of self-adhesive resin cements on root dentin
Author: Gonçalves, Mariella Agostinho
First Advisor: Salvio, Luciana Andrea
Referee Member: Resende, Alexandre Marques
Referee Member: Schneider, Luis Felipe Jochims
Resumo: Neste estudo, avaliou-se a resistência da união ao push-out de dois cimentos resinosos auto-adesivos e de um cimento resinoso convencional em dentina radicular. Em 60 dentes terceiros molares humanos, tratados endodonticamente, um pino de fibra de vidro foi cimentado com um dos três cimentos resinosos. Cada raiz foi seccionada em sentido transversal para a obtenção de três fatias (dentina-pino) de 1 mm de espessura. As fatias, correspondentes aos terços cervical, médio e apical do canal radicular, foram armazenadas em água deionizada a 37 ºC, durante 24 horas ou 30 dias. Após o teste de push-out, os valores de resistência da união foram submetidos aos testes estatísticos ANOVA three way e Tuckey (p = 0,05) e os tipos de fratura foram avaliados através de microscopia eletrônica de varredura. A resistência da união do cimento resinoso auto-adesivo RelyX U100 foi superior à do cimento convencional RelyX ARC, após os dois períodos de armazenamento (p < 0,05). No terço cervical, os valores de resistência da união do cimento resinoso convencional RelyX ARC foram maiores que nos terços médio e apical (p < 0,05) na análise de 24 horas. Após 30 dias de armazenamento, os valores nos três terços radiculares não diferiram entre si. Os valores de resistência da união do cimento resinoso RelyX U100, nas três regiões do canal radicular, não diferiram entre si (p > 0,05), em ambos os momentos de avaliação. Após 24 horas, BisCem apresentou maior resistência da união no terço apical, seguido pelo terço cervical. Após 30 dias, os valores de resistência da união nos três terços radiculares não diferiram entre si (p > 0,05). RelyX U100 não sofreu alteração nos valores de resistência da união após 30 dias de envelhecimento (p > 0,05). BisCem não apresentou diferenças nos valores obtidos após 24 horas e 30 dias de envelhecimento nos terços cervical e médio (p > 0,05). Para RelyX ARC, o tempo de 30 dias reduziu os valores de resistência da união nos três terços radiculares. RelyX U100 e BisCem apresentaram maior número de falhas coesivas da zona de interação. Para RelyX ARC, observou-se maior número de falhas coesivas da camada híbrida. Concluiu-se que o cimento resinoso auto-adesivo RelyX U100 apresentou maior resistência da união que o cimento resinoso convencional RelyX ARC, nos três terços radiculares, nos dois momentos de avaliação. BisCem demonstrou resistência da união comparável a do cimento RelyX U100. O tempo de armazenamento por 30 dias provocou alteração na resistência da união dos cimentos resinosos RelyX ARC e BisCem.
Abstract: This study evaluated the push-out bond strength of two self-adhesive resin cements and a conventional etch-and-rinse resin cement on root dentin. Sixty human third molars were endodontically treated and a glass fiber post was cemented with one of three resin cements. Each root was cut transversely to obtain three slices (dentin-post) of 1 mm thick. The slices of the cervical, middle and apical root canal were stored in deionized water at 37 °C for 24 hours or 30 days. After storage, the push-out test was performed. The values of bond strength were evaluated by ANOVA three way and Tuckey’ test (p = 0,05) and the types of fracture were evaluated by scanning electron microscopy. The bond strength of the self-adhesive resin cement RelyX U100 was superior to the RelyX ARC etch-and-rinse cement, after the two storage periods (p > 0.05). The analysis of 24 hours showed that at the cervical third, the values of bond strength of RelyX ARC were higher than that of the middle and apical thirds (p < 0.05). After 30 days of storage, the values at the three root thirds did not differ. The values of RelyX U100, on the three regions of the root canal did not differ, in both evaluations (p > 0.05). After 24 hours, BisCem showed higher bond strength at the apical third, followed by cervical. After 30 days, the values of bond strength at the three root thirds did not differ (p > 0.05). RelyX U100 did not exhibit changes in bond strength values after 30 days of storage (p > 0.05). BisCem showed no differences in the values obtained after 24 hours and 30 days of aging at the cervical and middle thirds (p > 0.05). The storage time of 30 days reduced the values of bond strength at the three root thirds of RelyX ARC. RelyX U100 e BisCem had the highest number of cohesive failures of the zone of interaction. RelyX ARC presented a higher number of cohesive failures of the hybrid layer were observed. It was concluded that the RelyX U100 self-adhesive resin cement showed higher bond strength than the conventional resin cement RelyX ARC, on the three root thirds, in both periods. BisCem showed bond strength comparable to RelyX U100. The storage time for 30 days caused changes on the bond strength of the RelyX ARC and BisCem resin cements.
Keywords: Cimentos resinosos auto-adesivos
Teste de push-out
Pinos de fibra de vidro
Self-adhesive resin cements
Push-out test
Glass fiber post
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora
Institution Initials: UFJF
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-graduação em Clínica Odontológica
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1580
Issue Date: 30-Mar-2012
Appears in Collections:Mestrado em Clínica Odontológica (Dissertações)



Items in DSpace are protected by Creative Commons licenses, with all rights reserved, unless otherwise indicated.