DSpace Repository

Avaliação imunohistoquímica de marcadores associados à progressão tumoral metastática de animais obesos

Show simple item record

dc.contributor.advisor1 Gameiro, Jacy
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4770673H4 pt_BR
dc.contributor.referee1 Souza, Maria Aparecida de
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4762379E9 pt_BR
dc.contributor.referee2 Garcia, Raúl Marcel González
dc.contributor.referee2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4784950Y9 pt_BR
dc.creator Gualberto, Ana Cristina Moura
dc.creator.Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4449929U6 pt_BR
dc.date.accessioned 2015-12-07T03:20:05Z
dc.date.available 2015-12-04
dc.date.available 2015-12-07T03:20:05Z
dc.date.issued 2015-02-24
dc.identifier.uri https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/95
dc.description.abstract Obesity affects more than 300 million people worldwide and is associated with diseases such as type 2 diabetes, cardiovascular diseases and cancers. As obesity, cancer is currently a global public health problem increasing 20% annually. There is a positive correlation between the incidence of tumors with poor prognosis and obesity. The degradation of extracellular matrix components (ECM) in the tumor microenvironment is associated with tumor cells migration through basement membranes, bone barrier and interstitial stroma. Molecules associated with ECM such as extracellular matrix metalloproteinase (MMP-2, 3, 9, 11 and 13) help the degradation of ECM, and so promote tumor cell migration. Therefore, these molecules are associated with tumor progression stages as well as their inhibitors (TIMP-1, TIMP-2 and RECK), and other ECM components such as fibronectin and collagen IV. Thus, the identification of these molecules associated with the metastatic process in obese mice and the elucidation of their role in this process are important to explore new methods for early diagnosis, prognostic evaluation and standardization of new therapeutic strategies. Thus, this study aimed to evaluate and compare markers associated with metastatic processes in obese and control animals by immunohistochemistry. For that purpose, obesity was induced for 12 or 16 weeks by a high fat diet ( 60% of the kilocalories is from lipids). At the end of those weeks, breast cancer was induced by metastatic cell line 4T1 with intradermal injection in the upper breast BALB / c mice (n = 40). These animals were euthanized after 14 or 21 days and the tumors were collected. Histopathology analysis of the tumors was performed by Hematoxylin-Eosin staining. As result, it was observed an increase in lipid vacuoles, which may contribute to the recruitment of immune cells such as tumor growth factors in obese animals compared to control animals. The immunohistochemistry analysis shows a higher concentration of MMP-3, 9, 11, 13 expressions in obese animals and a lower concentration of their inhibitor RECK, suggesting a more aggressive tumor invasion in those animals. Regarding the fibronectin and collagen type IV were found higher concentrations in obese animals compared to controls. However, TIMP-1 and TIMP-2, showed an upregulation in obese, as found in the literature. Thus, the results indicate more invasive breast cancer progression and so a worse prognosis in obese animals when compare to controls. pt_BR
dc.description.resumo A obesidade afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo e está relacionada com doenças como diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e cânceres. Assim como a obesidade, o câncer é atualmente um problema de saúde pública mundial com um aumento em sua incidência de 20% anualmente. Há uma correlação positiva entre a incidência de tumores com pior prognóstico e a obesidade. No microambiente tumoral a degradação dos elementos de matriz extracelular (MEC) está associada à migração de células tumorais por meio de membranas basais, barreira óssea e estroma intersticial. Moléculas associadas à MEC como metaloproteinase de matriz (MMP-2, 3, 9, 11 e 13) auxiliam a degradação da MEC, permitindo assim maior migração de células tumorais, estão, portanto, associados com as etapas de progressão tumoral assim como seus inibidores (TIMP-1, TIMP-2 e RECK), e outros componentes da MEC como a fibronectina, e colágeno IV. Portanto, a identificação dessas moléculas associadas ao processo metastático em camundongos obesos e a elucidação de seu papel neste processo são importantes para a exploração de novos métodos para o diagnóstico precoce, avaliação prognóstica e padronização de novas estratégias terapêuticas. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar e comparar marcadores associados a processos metastáticos em animais obesos e controle por meio de imunohistoquímica. Para tal a obesidade foi induzida durante 12 ou 16 semanas por meio de uma dieta hiperlipídica em que 60% das quilocalorias foram advindas de lipídeos. Ao final dessas semanas, o câncer de mama foi induzido pela linhagem celular metastática 4T1 com injeção intradérmica na mama superior de camundongos BALB/c (n=40). Os animais foram eutanasiados após 14 ou 21 dias e os tumores foram coletados. A análise histopatológica dos tumores foi feita por coloração Hematoxilina-Eosina observando um aumento de vacúolos lipídicos, que podem contribuir para o recrutamento de células imunes como fatores de crescimento, em tumores de animais obesos comparados aos animais controles. Em relação a imunohistoquímica em tumores obteve-se uma maior concentração dos marcadores MMP-3, 9, 11, 13 nos animais obesos e uma menor concentração em seu inibidor RECK, demonstrando uma possível progressão tumoral mais invasiva nesses animais. Em relação a fibronectina e colágeno IV foi encontrado uma marcação mais intensa em animais obesos em relação ao controle. Entretanto, TIMP-1 e TIMP-2, demonstraram-se super expressos nos obesos, como encontrado na literatura. Assim, os resultados indicam um tumor uma progressão tumoral com um tumor mais invasivo e por isso um pior prognóstico em animais obesos quando comparados aos controles. pt_BR
dc.description.sponsorship CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Juiz de Fora pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.publisher.department ICB – Instituto de Ciências Biológicas pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas: Imunologia e Doenças Infecto-Parasitárias/Genética e Biotecnologia pt_BR
dc.publisher.initials UFJF pt_BR
dc.rights Acesso Aberto pt_BR
dc.subject Câncer de mama pt_BR
dc.subject Obesidade pt_BR
dc.subject Marcadores de matriz extracelular pt_BR
dc.subject Progressão tumoral pt_BR
dc.subject Breast cancer pt_BR
dc.subject Obesity pt_BR
dc.subject Extracellular matrix markers pt_BR
dc.subject Tumor progression pt_BR
dc.subject.cnpq Imunologia e DIP pt_BR
dc.title Avaliação imunohistoquímica de marcadores associados à progressão tumoral metastática de animais obesos pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record