DSpace Repository

Tendências prosódicas de construções de discurso reportado em fala espontânea

Show simple item record

dc.contributor.advisor1 Rocha, Luiz Fernando Matos
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4792330Y3 pt_BR
dc.contributor.advisor-co1 Fonseca, Aline Alves
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4710291Z7 pt_BR
dc.contributor.referee1 Madureira, Sandra
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4784809Z7 pt_BR
dc.contributor.referee2 Ferrari, Lilian Vieira
dc.contributor.referee2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781244D8 pt_BR
dc.contributor.referee3 Teixeira, Luciana
dc.contributor.referee3Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4750271P4 pt_BR
dc.contributor.referee4 Torrent, Tiago Timponi
dc.contributor.referee4Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4730361U7 pt_BR
dc.creator Coutinho, Patrícia Ribeiro do Valle
dc.creator.Lattes http://lattes.cnpq.br/ pt_BR
dc.date.accessioned 2016-02-05T10:50:45Z
dc.date.available 2016-02-03
dc.date.available 2016-02-05T10:50:45Z
dc.date.issued 2014-10-10
dc.identifier.uri https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/661
dc.description.abstract This thesis claims the postulation of prosodic aspects in formal pairing of grammatical constructions instanced in speech modality. According to Construction Grammar theoretical bases (GOLDBERG 1995, 2006), it is argued that grammatical constructions are systematic collections of linguistic form-function pairings learned in everyday language and therefore they can be mapped to real and contextualized speech data. Specifically, the goal is to describe and analyze prosodic tendencies in reported speech constructions of spontaneous speech corpus samples of Brazilian Portuguese (Rio de Janeiro – standard dialect NURC/RJ). By the finding that the prosody adds information to the strictly linguistic content of the message, other theoretical contributions are increased about the melody of speech, as Grice and Baumann (2007), Madureira (2005) e Pierrehumbert (1980). The reported speech is discussed based on Rocha (2004), which pointed out the contribution of prosody in distinguishing constructional types of reported speech. Occurrences of discursive phenomenon are subjected to PRAAT program (BOERSMA & WEENINK, 2011), by which prosodic information is analyzed and correlated to the systematization and processing of the data. The results show that there is prosodic information such as related to boundary tone, average fundamental frequency (F0) and the rate of change of F0, which may be considered tendencies for the construction of reported speech in general. Based on the ToBi notation system (Tones and break indices), the tendencies are: the introducer unit reported speech ends with a boundary tone L%, preceded by the pitch accent H * + L; the measure of the average F0 introducer unit, as compared to the measure of average F0 reported unit, is higher; the measure of the rate of change of F0 introducer unit, as compared to the measure of the rate of change of F0 reported unit, is lower. These results were achieved by an intra- and cross-speakers analysis. In addition, when adopting the distinguish constructional types of reported speech, it appears that the direct speech with dicendi verbs tends to receive one or more emphasis; the direct speech without dicendi verbs tends to have a pause between the introducer unit and the reported unit; the indirect speech has no pause separating the two units; the free indirect speech displays the highest average F0 in reported unit and not in ―introducer‖ unit. pt_BR
dc.description.resumo Esta tese reivindica a postulação de aspectos prosódicos no emparelhamento formal de construções gramaticais instanciadas na modalidade falada. Em conformidade com as bases teóricas da Gramática das Construções (GOLDBERG 1995, 2006), argumenta-se que construções gramaticais são coleções linguísticas sistemáticas de pareamentos forma-função aprendidos na linguagem cotidiana e que, por isso, podem ser mapeadas em dados reais e contextualizados de fala. Especificamente, o objetivo é descrever e analisar tendências prosódicas de construções de discurso reportado em amostras de corpus de fala espontânea do português carioca culto brasileiro (NURC-RJ). Pela constatação de que a prosódia agrega informações ao conteúdo estritamente linguístico da mensagem, são acrescidos outros aportes teóricos acerca da melodia da fala, como Grice e Baumann (2007), Madureira (2005) e Pierrehumbert (1980). O discurso reportado é discutido a partir de Rocha (2004), que sinalizou a contribuição da prosódia na distinção dos tipos construcionais de discurso reportado. As ocorrências do fenômeno discursivo em questão são submetidas ao programa PRAAT (BOERSMA & WEENINK, 2011), por meio do qual informações prosódicas são analisadas e correlacionadas para a sistematização e o tratamento dos dados. Os resultados encontrados demonstram que há informações prosódicas, tais como as relacionadas a tons de fronteira, média de frequência fundamental e gama de variação da F0, que podem ser consideradas tendências para as construções de discurso reportado em geral. Tendo como base o sistema de notação ToBi (Tones and Break indices), as tendências são: a unidade introdutora do discurso reportado se encerra com um tom de fronteira L%, antecedido pelo pitch accent H*+L; a medida de F0 média da unidade introdutora, comparada à medida de F0 média da unidade reportada, é mais alta; a medida da Gama de Variação da unidade introdutora, comparada à medida da Gama de Variação da unidade reportada, é mais baixa. Esses resultados foram alcançados por meio de uma análise intra e interfalantes. Além disso, quando adotada a distinção dos tipos de construções de discurso reportado, verifica-se que o discurso direto com verbo dicendi tende a receber uma ou mais ênfases; o discurso direto sem verbo dicendi tende a apresentar uma pausa entre a unidade introdutora e a unidade reportada; o discurso indireto não apresenta pausa separando as duas unidades; o discurso indireto livre apresenta a F0 média mais alta na unidade reportada e não na unidade ―introdutora‖. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Juiz de Fora pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.publisher.department Faculdade de Letras pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pós-graduação em Letras: Linguística pt_BR
dc.publisher.initials UFJF pt_BR
dc.rights Acesso Aberto pt_BR
dc.subject Linguística Cognitiva pt_BR
dc.subject Gramática das Construções pt_BR
dc.subject Prosódia pt_BR
dc.subject Discurso reportado pt_BR
dc.subject Cognitive linguistic pt_BR
dc.subject Construction grammar pt_BR
dc.subject Prosody pt_BR
dc.subject Reported speech pt_BR
dc.subject.cnpq CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES pt_BR
dc.title Tendências prosódicas de construções de discurso reportado em fala espontânea pt_BR
dc.type Tese pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record