DSpace Repository

Efeito de uma sessão de exercício muscular inspiratório no sistema cardiovascular em idosos

Show simple item record

dc.contributor.advisor1 Martinez, Daniel Godoy
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4745714T2 pt_BR
dc.contributor.advisor-co1 Laterza, Mateus Camaroti
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4750928U5 pt_BR
dc.contributor.referee1 Silva, Lilian Pinto da
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763124H0 pt_BR
dc.contributor.referee2 Trevizani, Gabriela Alves
dc.contributor.referee2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4264381E9 pt_BR
dc.creator Assis, Joice Gomide Nolasco de
dc.creator.Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4265498P3 pt_BR
dc.date.accessioned 2017-09-22T15:04:05Z
dc.date.available 2017-09-19
dc.date.available 2017-09-22T15:04:05Z
dc.date.issued 2017-08-02
dc.identifier.uri https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/5784
dc.description.abstract Introduction: The world is experiencing an increase of older population. Aging brings detrimental effects to the heart and lungs, which makes elders more susceptible to diseases. Interventions aiming to prevent or treat those diseases have been conducted in clinical practices, and among them is the inspiratory muscle training (IMT). Despite the known beneficial effects of IMT, the acute cardiovascular response to the inspiratory muscular exercise (IME) needs to be better understood. Objective: To evaluate the effects during and after a session of IME in elderly people. Method: Sixteen volunteers were evaluated, all men, elderly, sedentary, with no previous diagnosis of cardiovascular or pulmonary disease. The volunteers were randomly disposed into two experimental sessions: IME was composed of eight series of two minutes each, with one minute of rest between series, and with 40% of the maximum inspiratory pressure, and then another Sham session which was conducted the same way, but without weights. The evaluated indicators were: blood pressure (BP) (Finometer Pro); stroke volume (SV), cardiac output (CO), total peripheral vascular resistance (TPVR - Finometer Pro); forearm blood flow (FBF - Hokanson Plestimograph) and heart rate (HR - ECG). The forearm vascular resistance (FVR) was calculated through the following formula: mean arterial pressure divided by the forearm blood flow, and reported in units. The spontaneous baroreflex function was evaluated through the sequential method (time domain) using the software CardioSeries v2.4. All variables were measured during the sessions, and during 60 minutes imediatly after the sessions. BP was recorded for 24 hours after the sessions. For the responses during and after sessions (recovery of 60 minutes) as well as for the 24-hour temporal behavior, we used Anova of two factors with post hoc of Bonferroni when necessary. A Student's t-test over the paired sample was conducted for the volunteers' resting hemodynamic characteristics, before the experimental sessions (IME and Sham), for the Borg values after the exercises (IME and Sham), as well as for the 24 hours response. We adopted as effect size, Cohen’s d. Results: During both experimental sessions, we found HR elevation, reduction of SV, a non-sustained rise in BP, and the non-modification of CO, FVR and TPVR values. In the 60 minutes of recovery, for both sessions, the reduction of the HR, non-modification of SV values, reduction of FBF, rise in BP, FVR e TPVR were noticed. In the IME session the non-modification of the CO levels were observed, but in the Sham session they were reduced. In the 60 minutes of recovery the baroreflex function’s indices remained unaltered. The mean values for the systolic and diastolic blood pressure of the 24 hours after both experimental sessions were very similar. Conclusion: Elderly men without previously diagnosed cardiovascular diseases will display raised HR, raised non-sustained BP, reduced SV, and unaltered levels of CO and TPVR during IME sessions. The study also allow us to conclude that elderly men, during the first 60 minutes after an IME session, display reduced HR, raised BP, unaltered levels of SV and CO, elevated TPVR, reduced FBF, raised FVR and unaltered indices of barorrefex function. Finally, through this study, we are able to learn that there is no difference in the 24 hour BP recovery between the sessions where IME and Sham were conducted. pt_BR
dc.description.resumo Introdução: Temos presenciado um processo de envelhecimento populacional em todo o mundo. O envelhecimento traz consigo prejuízos cardiovasculares e pulmonares, tornando os idosos mais suscetíveis às doenças. Intervenções que objetivam prevenir ou tratar essas doenças têm sido realizadas na prática clínica e, dentre elas, encontra-se o treinamento muscular inspiratório. No entanto, apesar de conhecidos os efeitos benéficos do treinamento muscular inspiratório, a resposta cardiovascular frente a uma sessão de exercício muscular inspiratório (EMI) precisa ser melhor elucidada. Objetivo: Avaliar o efeito durante e após uma sessão de EMI no sistema cardiovascular em idosos. Método: Foram avaliados 16 voluntários, homens, idosos, sedentários e sem diagnóstico de doença cardiovascular ou pulmonar. De forma randomizada, os voluntários participaram de duas sessões experimentais: EMI compostos de 8 séries de dois minutos com 1 minuto de repouso entre as séries e com 40% da pressão inspiratória máxima e outra sessão Sham, realizada da mesma forma, porém sem carga. Foram avaliados pressão arterial (PA) (Finometer Pro); volume sistólico (VS), débito cardíaco (DC), resistência vascular periférica total (RVPT - Finometer Pro); fluxo sanguíneo muscular (Plestimógrafo Hokanson) e frequência cardíaca (FC - ECG). A resistência vascular do antebraço (RVA) foi calculada pela fórmula pressão arterial média dividida pelo fluxo sanguíneo do antebraço e reportada em unidades. A função barorreflexa espontânea foi avaliada pelo método sequencial (domínio do tempo) utilizando o software CardioSeries v2.4. Todas as variáveis foram mensuradas durante e após as sessões, por 60 minutos. Foi registrada PA de 24 horas após as sessões. Para as respostas durante e após sessões (recuperação de 60 minutos), bem como para o comportamento temporal de 24 horas, foi utilizado Anova de dois fatores com post hoc de Bonferroni quando necessário. Para as características hemodinâmicas dos voluntários em repouso antes das sessões experimentais (EMI ou Sham), para os valores de Borg após o exercício (EMI e Sham), assim como para as respostas de 24 horas de vigília e sono, foi realizado teste t de Student para amostras pareadas. Resultados: Durante ambas as sessões experimentais, verificamos elevação da FC, diminuição do VS, aumento pressórico não sustentado, manutenção do DC, RVA e RVPT. Nos 60 minutos de recuperação após ambas as sessões experimentais, verificamos diminuição da FC manutenção do VS, redução do FSM, aumento pressórico e de RVA e RVPT. Após a sessão EMI observamos manutenção do DC e após sessão Sham diminuição do DC. Os índices da função barorreflexa mantiveram-se com os valores inicias. Os valores médios de pressão arterial sistólica e diastólica de 24 horas após ambas as sessões experimentais foram similares. Conclusão: Conclui-se que homens idosos sem doenças cardiovasculares diagnosticadas, durante uma sessão de EMI apresentam aumento da FC, aumento não sustentado da pressão arterial, diminuição do VS e manutenção do DC e RVPT. Conclui-se ainda que idosos, nos primeiros 60 minutos de recuperação após EMI apresentam redução da FC, aumento da pressão arterial, manutenção do VS e DC, elevação da RVPT, diminuição do FSM, aumento da RVA e manutenção dos índices de função barorreflexa. Por fim, conclui-se que não há diferenças na recuperação de 24h da pressão arterial entre as sessões EMI e Sham. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.publisher.department Faculdade de Educação Física pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pós-graduação em Educação Física pt_BR
dc.publisher.initials UFJF pt_BR
dc.rights Acesso Aberto pt_BR
dc.subject Exercício respiratório pt_BR
dc.subject Idoso pt_BR
dc.subject Hemodinâmica pt_BR
dc.subject Barorreflexo pt_BR
dc.subject Breathing exercises pt_BR
dc.subject Aged pt_BR
dc.subject Hemodynamics pt_BR
dc.subject Baroreflex pt_BR
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA pt_BR
dc.title Efeito de uma sessão de exercício muscular inspiratório no sistema cardiovascular em idosos pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record