DSpace Repository

A hipertensão arterial em agentes comunitários de saúde

Show simple item record

dc.contributor.advisor1 Paschoalin, Heloisa Campos
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734838D1 pt_BR
dc.contributor.referee1 Sousa, Ana Inês
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4700028E3 pt_BR
dc.contributor.referee2 Souza, Norma Valéria Dantas de Oliveira
dc.contributor.referee2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4798623A6 pt_BR
dc.contributor.referee3 Greco, Rosangela Maria
dc.contributor.referee3Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4775163Y4 pt_BR
dc.contributor.referee4 Almeida, Geovana Brandão Santana
dc.contributor.referee4Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4774751J4 pt_BR
dc.creator Andrade, Caio César Batista
dc.creator.Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4866090E6 pt_BR
dc.date.accessioned 2017-09-22T15:02:49Z
dc.date.available 2017-09-19
dc.date.available 2017-09-22T15:02:49Z
dc.date.issued 2017-08-03
dc.identifier.uri https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/5783
dc.description.abstract Hypertension is considered a silent disease and the most prevalent cardiovascular disease in Brazil. Considered to be a public health problem within non communicable chronic diseases, it is responsible for the large increase in community morbidity and mortality. Lifestyle changes are critical to therapeutic progress and disease prevention, such as regular physical activity, reduced salt consumption, cessation of tobacco use, and restricted use of alcohol. The general objective of this study was to analyze the association of arterial hypertension with occupational factors and lifestyle among the Community Health Agents of the city of Juiz de Fora - MG; The specific ones are: to describe the sociodemographic profile, the occupational factors and the lifestyle of the Community Health Agents; To identify the prevalence of hypertension among these professionals. This is a cross-sectional study, a study of "Primary Health Care Workers: Working and Living Conditions", in which 400 community health agents participated. Data collection was done through a questionnaire-interview Applied by interviewers from July to October 2015 and from October 2016 to February 2017. The results show that the study population was composed mostly of women (91,2%), the mean age being 46 years; 46,3% declared themselves white, 65,3% had completed high school and 57,5% were married or lived in a stable union. Regarding arterial hypertension, 70,8% of the workers report not having the medical diagnosis of this pathology. Regarding life and health habits, 43,6% were considered very active, 89,8% had a low alcohol consumption and 94,3% had a very low degree of dependence on tobacco. Already related to psychosocial stress, 32,5% were in the category of high labor demand, which is considered to be the most harmful to the health of the worker. Regarding work, we found a power of significance regarding day shift and working time in Primary Health Care. Those who declared that they only work during the day shift and those who have the most working time in Primary Health Care are workers More predisposing to hypertension. There was no statistically significant difference between sociodemographic variables, life and health habits, and arterial hypertension. pt_BR
dc.description.resumo A hipertensão arterial é considerada um mal silencioso e a doença cardiovascular mais prevalente no Brasil. Considerada como um problema de saúde pública dentro das Doenças Crônicas não Transmissíveis,é responsável pelo grande aumento de morbimortalidade da comunidade. Alterações no estilo de vida são fundamentais para um progresso terapêutico e para a prevenção da doença, como a prática regular de atividade física, o consumo reduzido de sal, o abandono do uso do tabaco e o uso restrito de álcool.O objetivo geral deste estudo foi: analisar a associação da hipertensão arterial com os fatores ocupacionais e o estilo de vida entre os Agentes Comunitários de Saúde do município de Juiz de Fora - MG; os específicos são: descrever o perfil sociodemográfico, os fatores ocupacionais e o estilo de vida dos Agentes Comunitários de Saúde; identificar a prevalência da hipertensão arterialentre estes profissionais.Trata-se de estudo seccionalseccionalseccional seccionalseccional, recortede uma pesquisa denominada “Trabalhadores da Atenção Primária à Saúde: Condições de Trabalho e de Vida'', no qual participaram 400 Agentes Comunitários de Saúde. A coleta de dados se deu por meio de questionário-entrevista aplicado por entrevistadoresno período de julho a outubro de 2015 e outubro de 2016 a fevereiro de 2017. Os resultados mostram que a população de estudo foi composta, em sua maioria, por mulheres (91,2%), sendo a média de idade de 46 anos; 46,3% se autodeclaram brancos, 65,3% possuíam até o Ensino Médio Completo e 57,5% eram casados ou viviam em união estável. Sobre ahipertensão arterial, 70,8% dos trabalhadores relatam não ter o diagnóstico médico dessa patologia. Em relação aos hábitos de vida e saúde, 43,6% foram considerados muito ativos, 89,8% tinham um baixo consumo de álcool e 94,3% apresentavam muito baixo grau de dependência do tabaco. Já relacionado ao estresse psicossocial, 32,5% se encontravam na categoria de alta exigência no trabalho, que é considerada a mais prejudicial para a saúde do trabalhador. Em relação ao trabalho, encontrou-se poder de significância quanto ao turno diurno e ao tempo de trabalhona Atenção Primária à Saúde. Aqueles que declararam trabalhar somente no turno diurno e os que têm mais tempo de trabalho na Atenção Primária à Saúde são os trabalhadores mais predisponentes àhipertensão arterial. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as variáveis sociodemográficas, os hábitos de vida e saúde e a hipertensão arterial. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.publisher.department Faculdade de Enfermagem pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pós-graduação em Enfermagem pt_BR
dc.publisher.initials UFJF pt_BR
dc.rights Acesso Aberto pt_BR
dc.subject Atenção primária à saúde pt_BR
dc.subject Saúde do trabalhador pt_BR
dc.subject Hipertensão arterial pt_BR
dc.subject Estilo de vida pt_BR
dc.subject Condições de trabalho pt_BR
dc.subject Enfermagem do trabalho pt_BR
dc.subject Primary health care pt_BR
dc.subject Worker's health pt_BR
dc.subject Arterial hypertension pt_BR
dc.subject Lifestyle pt_BR
dc.subject Work conditions pt_BR
dc.subject Nursing work pt_BR
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM pt_BR
dc.title A hipertensão arterial em agentes comunitários de saúde pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record