DSpace Repository

Medida de performance de carteira por média-variância e a medida Ômega: uma análise empírica dos modelos CAPM e OCAPM para o Ibovespa e Dow Jones

Show simple item record

dc.contributor.advisor1 Perobelli, Fernanda Finotti Cordeiro
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4706392H0 pt_BR
dc.contributor.referee1 Simão Filho, José
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4790913D4 pt_BR
dc.contributor.referee2 Fernandes, Marcelo
dc.contributor.referee2Lattes http://lattes.cnpq.br/ pt_BR
dc.creator Castro, Carlos Henrique Dias Cordeiro de
dc.creator.Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K8962364H6 pt_BR
dc.date.accessioned 2017-08-08T17:59:19Z
dc.date.available 2017-06-29
dc.date.available 2017-08-08T17:59:19Z
dc.date.issued 2014-01-15
dc.identifier.uri https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/5469
dc.description.abstract The objective of this work is to investigate the efficiency of the traditional model of performance analysis and portfolio allocation based on the mean and variance structure of Sharpe and Treynor, known as Capital Asset Pricing Model (CAPM), as opposed to the model Omega Capital Asset Pricing Model (OCAPM), a model based on the Omega measure with less restrictive assumptions, in which utility function and return distributions of the specific assets are not required. In addition, all moments of return distributions are considered indirectly, that is, there is no need to be calculated and observed by investors. During the study the optimization of the series of stock returns that compose the Dow Jones and Ibovespa indexes was performed, following the methodology of each model to find the market portfolio. From this, and following the objective function of the CAPM and OCAPM, it was verified which model best explains the cross-sectional returns of the shares of the two indices for the period from 1999 to 2016. For that, the GRS tests were used (in-sample) And Diebold-Mariano (out-sample). The result of the first test showed the non-rejection of the efficiency in mean-variance and betas with high explanatory grade for the returns for all the portfolios, being the portfolio formed by the CAPM model with better results for the Dow Jones index, while the one formed by the OCAPM obtained better results for the Ibovespa. In the second test, it was verified that the OCAPM showed greater predictive power for any time horizon tested. pt_BR
dc.description.resumo Este trabalho tem o objetivo de verificar a eficiência do tradicional modelo de análise de desempenho e alocação de ativos baseado na estrutura média e variância de Sharpe e Treynor, conhecido como Capital Asset Pricing Model (CAPM), em contraposição ao modelo alternativo Ômega Capital Asset Pricing Model (OCAPM), um modelo baseado na medida Ômega com premissas menos restritivas, no qual não são exigidas função utilidade e distribuições de retornos dos ativos específicas. Além disso, todos os momentos das distribuições de retornos são considerados de forma indireta, ou seja, não há necessidade de serem calculados e observados pelos investidores. No decorrer do estudo foi realizada a otimização das carteiras de dos ativos que compõem os índices Dow Jones e Ibovespa, seguindo a metodologia de cada modelo, de modo a encontrar a carteira de mercado ótima sob cada abordagem. A partir dessa otimização, e seguindo a função objetivo do CAPM e OCAPM, foi verificado qual modelo melhor explica os retornos cross-sectional das ações componentes dos dois índices para o período de 1999 até 2016. Para tal, foram utilizados os testes GRS (dentro da amostra) e Diebold-Mariano (fora da amostra). O resultado do primeiro teste indicou a não rejeição da eficiência em média-variância e betas com alto poder explicativo para os retornos de todas as carteiras, sendo a carteira formada pelo modelo CAPM aquela a apresentar os resultados melhores para o índice Dow Jones, enquanto a formada pelo OCAPM obteve melhores resultados para o Ibovespa. Já no segundo teste, foi constatado que o OCAPM tem maior poder preditivo para qualquer horizonte temporal testado. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.publisher.department Faculdade de Economia pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pós-graduação em Economia pt_BR
dc.publisher.initials UFJF pt_BR
dc.rights Acesso Aberto pt_BR
dc.subject CAPM pt_BR
dc.subject OCAPM pt_BR
dc.subject Medida Ômega pt_BR
dc.subject GRS pt_BR
dc.subject OCAPM pt_BR
dc.subject Ômega Measure pt_BR
dc.subject GRS pt_BR
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA pt_BR
dc.title Medida de performance de carteira por média-variância e a medida Ômega: uma análise empírica dos modelos CAPM e OCAPM para o Ibovespa e Dow Jones pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record