DSpace Repository

SUS entre aspas: uma análise do discurso dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo sobre as Conferências Nacionais de Saúde (1992-2015)

Show simple item record

dc.contributor.advisor1 Santana, Wedencley Alves
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4777783E5 pt_BR
dc.contributor.referee1 Leal, Paulo Roberto Figueira
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4739186U3 pt_BR
dc.contributor.referee2 Cardoso, Janine Miranda
dc.contributor.referee2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4786043Y0 pt_BR
dc.creator Barroso, Lorena Goretti Carvalho
dc.creator.Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4472688E4 pt_BR
dc.date.accessioned 2016-10-05T11:30:29Z
dc.date.available 2016-09-23
dc.date.available 2016-10-05T11:30:29Z
dc.date.issued 2016-02-26
dc.identifier.uri https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/2722
dc.description.abstract This thesis aims to contribute to the reflections on the participation of communication in social practices, once the production of information and knowledge about public policies and spaces for participation that cross the discourse produced, debated and endorsed by the media. Thus, we discuss the communication interface between health and opening prospects for studies of the composite field of Communication and Health, which is marked by disputes of senses in which the centrality and the media potential reach that configures the communication as an important role in dialogue zone in function of the public health policies. The Federal Constitution of 1988, when incorporate some resolutions of the 8th National Health Conference (CNS), established the guarantee of health as a universal right and duty of the State taking as benchmarks the creation of the Unified Health System (SUS) and the institution of community participation as one of its guidelines. This mainstay, our research propose the analysis of the speeches materialized in the news published by newspapers Folha de S. Paulo and O Globo about the seven National Health Conferences held between 1992 and 2015 (from 9th to 15th CNS). From the Discourse Analysis devices, we verify the centrality of the media in mobilizing hegemonic meanings that also affect the functioning of the state, given the recurrence of discursive formations that give it responsibility for an alleged mismanagement and underfunding of public health concomitantly the neoliberal discourse. We observed, although to a lesser extent, the presence of meanings that refer to the social control of public health policies. It is, therefore, a cross look about the power relations manifest in the discourse produced about health through communicative mechanisms. pt_BR
dc.description.resumo A presente dissertação visa contribuir para as reflexões acerca da participação da comunicação nas práticas sociais, uma vez que a produção de informação e o conhecimento a respeito de políticas públicas e dos espaços de participação perpassa o discurso produzido, debatido e endossado pelos grandes meios de comunicação. Desta forma, discute-se a interface da comunicação com a saúde e a abertura de perspectivas para os estudos do campo compósito da Comunicação e Saúde, o qual é marcado por disputas de sentidos em que a centralidade e a potencialidade de alcance da mídia configuram a comunicação como importante zona de diálogo em função da amplitude das políticas públicas de saúde. A Constituição Federal de 1988, ao incorporar algumas deliberações da 8ª Conferência Nacional de Saúde (CNS), estabeleceu a garantia da saúde como direito de todos e dever do Estado tendo como marcos a criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e a instituição da participação da comunidade como uma de suas diretrizes. Nesta perspectiva, esta pesquisa propõe-se a analisar os discursos materializados nas notícias publicadas pelos jornais impressos Folha de S. Paulo e O Globo a respeito das sete Conferências Nacionais de Saúde realizadas entre 1992 e 2015 (da 9ª a 15ª CNS). A partir dos dispositivos de Análise de Discurso, verifica-se a centralidade dos meios de comunicação na mobilização de sentidos hegemônicos que tangenciam o funcionamento do Estado, tendo em vista a recorrência de formações discursivas que atribuem a ele a responsabilidade por uma suposta má gestão e um subfinanciamento da saúde pública em concomitância a discursos neoliberais. Observa-se, ainda que em menor escala, a presença de sentidos que remetem ao controle social das políticas públicas de saúde. Trata-se, portanto, de um olhar transversal a respeito das relações de poder manifestas no discurso produzido sobre a saúde por meio de mecanismos comunicativos. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) pt_BR
dc.publisher.country Brasil pt_BR
dc.publisher.department Faculdade de Comunicação Social pt_BR
dc.publisher.program Programa de Pós-graduação em Comunicação pt_BR
dc.publisher.initials UFJF pt_BR
dc.rights Acesso Aberto pt_BR
dc.subject Comunicação e saúde pt_BR
dc.subject Discursos pt_BR
dc.subject Poder pt_BR
dc.subject SUS pt_BR
dc.subject Conferências Nacionais de Saúde pt_BR
dc.subject Communication and health pt_BR
dc.subject Discourses pt_BR
dc.subject Power pt_BR
dc.subject SUS pt_BR
dc.subject National Health Conferences pt_BR
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO pt_BR
dc.title SUS entre aspas: uma análise do discurso dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo sobre as Conferências Nacionais de Saúde (1992-2015) pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record